Notícias

Higienização automotiva: o que é e como funciona?

Publicado em 10 de setembro de 2019

Um carro limpo sempre impressiona pela sua beleza, brilho e cuidado. Principalmente a parte externa, não é mesmo?

Porém, o interior não pode ser deixado de lado. Afinal, além da parte estética, a limpeza interna influencia diretamente na higiene e, portanto, na saúde e no bem-estar de motorista e passageiros.

A higienização automotiva (ou “higienização de carros”) é uma limpeza minuciosa e “bem feita” principalmente no interior do veículo. O procedimento tem ganhado cada vez mais adeptos, tanto  pela questão da estética e da saúde já citadas, quanto por proporcionar maior conservação do carro, o que aumenta a sua valorização para o caso de revendas e também ajuda a preservar no caso de restaurações ou automóveis mais clássicos.

Conheça um pouco mais sobre todos os aspectos da higienização automotiva a seguir:

Como funciona a higienização automotiva?

Mesmo que aparentemente limpo, o interior do automóvel pode estar repleto de bactérias e fungos nas dobras e pequenas frestas, em que a limpeza é muitas vezes negligenciada na lavagem comum.

Portanto, a higienização é uma solução que vai a fundo na limpeza, impelindo até mesmo as sujeiras mais difíceis e indetectáveis, além de manchas entre as forrações e espaços mais complicados de alcançar.

A técnica é recomendada principalmente para quem usa o carro como um meio de trabalho e transporte frequente de pessoas. Ou ainda costuma ter a presença de crianças pequenas, que comem dentro do veículo e derrubam comida, ou animais de estimação, que podem trazer sujeira e germes.

O ideal é que a higienização automotiva seja realizada a cada 6 meses ou até mesmo em menos tempo em alguns casos.

A higienização normalmente é realizada por um profissional especializado, pois envolve a retirada de peças móveis do interior do carro, como bancos, carpetes e estepe, por exemplo, para abrir espaço para a limpeza. No entanto, nada impede você de fazer um procedimento parecido em casa. Por essa razão, detalhamos abaixo como normalmente é realizado o processo de higienização:

Como acontece a limpeza

Revestimento interno

Em geral, as peças móveis são removidas, pois assim há mais espaço para trabalhar sobre o revestimento interno do carro, que fica abaixo dos bancos e carpetes e a parte do teto e porta malas. Mas isso não é regra. A retirada das peças, como os bancos, tem como único objetivo facilitar o processo de limpeza. Você pode fazer a higienização em casa sem tirar as peças internas, que não haverá problema algum.

Normalmente, as sujeiras são retiradas pelo profissional com um aspirador de pó e/ou varridas com uma escova levemente úmida utilizando um produto especial que higieniza e perfuma o local, dependendo do tipo de revestimento do automóvel.

Limpeza do Filtro de ar condicionado

Uma parte do carro que é esquecida pela maioria dos motoristas, mas faz uma diferença enorme, é o filtro do ar condicionado, onde ficam acumuladas diversas sujeiras como pó, bactérias e detritos.

Além de fazer com que o ar circule, o ar condicionado também é responsável por impedir que as sujeiras passem para o interior do veículo causando doenças e alergias. Mas quando este fica muito tempo sem limpeza, ele perde essa propriedade podendo, inclusive, trazer problemas para o carro.

Bancos de couro e bancos de tecido

Para os bancos, a técnica de limpeza varia entre os de couro e os de tecido. Se você optar por fazer a limpeza em casa, para ambos os tipos você pode usar um aspirador de pó e um pano levemente embebido em uma solução de água e sabão neutro.
No geral, os bancos de couro costumam ser mais fáceis de limpar, já que absorvem menos a sujeira, porém podem acabar ressecando, surgindo rachaduras e pequenas trincas se não forem hidratados regularmente.

Painel do carro

A última parte que é higienizada no carro é o painel, que inclui, o volante, porta-luvas, pedais e saídas de ar. Para isto, é possível usar um pano úmido com água para fazer a limpeza ou, melhor ainda,  usar produtos específicos no mercado que já limpam e dão brilho para todos os componentes do local.

Para finalizar, além da higienização regular, lembre-se que é preciso os ocupantes colaborarem com a limpeza do automóvel, evitando o consumo de alimentos dentro do veículo, entrar com calçados sujos de lama e areia, além da manutenção do lixo.

Dessa forma, você garante uma limpeza mais prolongada, contribuindo para a valorização do veículo e principalmente para o bem estar de seus ocupantes.

Fonte: DUB Store