Notícias

Responsabilidade na limpeza hospitalar exige atenção nas tarefas

Publicado em 15 de abril de 2019

Principalmente no hospital, por ser um ambiente em que a proliferação de bactérias é muito mais propensa, a higienização deve ser rigorosa. Além de proporcionar conforto e bem-estar às pessoas que chegam para serem atendidas com alguma doença, um espaço devidamente limpo pode inclusive contribuir para uma recuperação mais rápida. Isso significa que é indispensável ter responsabilidade na limpeza hospitalar, de maneira a fazer o descarte correto do lixo, manter o chão, os utensílios, bem como bancos, cadeiras e bancadas sempre impecáveis.

Várias são as doenças que podem ser transmitidas por meio da água e do ar, e um ambiente sujo possui uma enorme contribuição nesse cenário. Além de a sujeira presente favorecer que problemas respiratórios sejam atacados, como a rinite, os vírus contidos no espirro podem ainda alcançar outras pessoas. Os inúmeros contatos com as bancadas, os puxadores e as barras de apoio também são fonte de contaminação, até porque muitas pessoas estão com feridas e curativos que podem passar algum tipo de infecção. Assim, a responsabilidade na limpeza hospitalar envolve uma higienização correta, com os utensílios adequados e, principalmente, periódica. A limpeza com escovas e desinfetantes são eficazes, por exemplo, e ajudam reduzir a infecção cruzada, veiculada pelo ambiente.

Outro ponto importante que envolve a responsabilidade na limpeza hospitalar se trata do descarte correto do lixo produzido dentro das salas do pronto-socorro. Com uma grande possibilidade de contaminação, eles têm destino próprio e que devem ser respeitados. Embora toda a higienização seja importante, o descarte do lixo, o piso, o mobiliário e os equipamentos merecem atenção redobrada.

A principal finalidade do serviço de higienização é preparar o ambiente e manter a ordem, proporcionando maior segurança e favorecendo o bom desempenho das ações a serem desenvolvidas, melhorando assim, a qualidade dos serviços. Para que isso seja efetivamente realizado, a responsabilidade na limpeza hospitalar implica ainda em alguns cuidados que as pessoas que estiverem realizando o trabalho devem seguir, como:

  • Retirar adornos como brincos, pulseiras e relógios.
  • Lavar as mãos sempre que entrar e sair da unidade em que se teve contato com o paciente.
  • Manter as unhas limpas e curtas, e os cabelos curtos ou amarrados.
  • Fazer uso de uniforme próprio e avental impermeável, e retirá-lo ao sair.
  • Não se esquecer das luvas de borrachas durante todas as tarefas.